Recursos audiovisuais, um olhar à sua exploração em aulas de língua portuguesa: Caso dos professores da Escola Secundária 7 de abril de Chimoio-Moçambique

Zvidziyo zve kuzwa ne kuwona, kuri kuwongorora mayitiro mukufundwa ke bhuku re ciputukezi: ongororo ye afundisi e pacikora ce mabhuku epamusoro ce 7 de abril ce mu Chimoio-Moçambique

Autores

  • Santos Pedro Universidade Púnguè - Moçambique
  • Elizabeth Mariana Alfredo Capathia Nahia Universidade Púnguè - Moçambique

Palavras-chave:

Exploração, Recursos Audiovisuais, Aulas, Língua Portuguesa

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a Exploração dos Recursos Audiovisuais (imagens) em Relação ao Texto nas Aulas de Língua Portuguesa, verificando como esse recurso pode contribuir na construção do conhecimento, onde exploramos também, até que ponto as imagens podem ser exploradas nas aulas de Língua Portuguesa (LP) e quais impactos têm nessas aulas, visto que uma aula leccionada sem a devida exploração das imagens que aparecem nos Manuais Didáticos é uma aula totalmente diferente daquela que é lecionada com total exploração desse importante recurso didático, a imagem. A exploração dos recursos audiovisuais nas aulas de LP não apenas ajuda no processo de interpretação e compreensão do texto pelos alunos, mas também, promove positivamente a inclusão na sala de aulas, isso porque se houver na sala alunos com Necessidades Educativas Especiais (NEE) especificamente auditivas, por exemplo, eles podem não compreender auditivamente o assunto tratando na aula, mas visualizando as imagens que acompanham o texto, o aluno com NEE pode compreender a aula como o restante dos alunos da sala. Este estudo foi desenvolvido a partir duma revisão bibliográfica sobre o tema e de uma pesquisa exploratória, com pesquisa de campo. Usamos também, a observação e um guião de entrevista para proceder com a recolha dos dados direcionados aos professores da escola Secundária Geral 7 de Abril de Chimoio, visto que se pretende com a pesquisa, analisar como os professores de Língua Portuguesa usam os recursos audiovisuais nas suas aulas para ajudar os alunos a compreender o conteúdo da aula.

****

Fundo iyi yine cinangwa ce kuwongorora mawonero e zvidziyo zve kuzwa ne kuwona (zvipangidziro) zviri mumayererano ne dzamatsama mu mafundiro e ciputukezi, kuwongorora kuti zvidziyo izvi zvine rubatsiro wakadini mu ruziyo, petino wongororazve, dakara mbuto yipi zvipangidziro zvino kwanisika mu mafundiro e ciputukezi ne kutizve, zvine budiriro rakadini mu mafundiro awa, ngekuti fundiso yinoyizwa yesina zvipangidziro zvinowuya mu mabhuku ekufundisa nawo mafundiro, akasiyana ne awo anoyizwa ne wongororo iyo ye zvidziyo zvekufundisa nazvo, cipangidzo. Kuseenzeswa ke zvidziyo  zve kuzwa ne kuwona  mu mafundiro e ciputukezi azvibatsiri basi mu mukana we kuturikira ne kuzwisisa ke dzamatsama ku afundi, asiwo, zvinowunza kubatana mu mbuto ye zvekufundira,izvi ngekuti mukawoneka mu mbuto yezvekundira afundi ane dambudziko rekuti afunde akadayi hinga esikazwi, hinga, awona angatama kunatsa kuzwisisa izvo zvinonga zvarongedzwa mu mbuto ye zve kufundira, asi eciwona zvipangidzo zvinowuya ne dzamatsama, mufundi unonga ane dambudziko rekuti afunde unga kwanisa kuzwa mafundiro hinga adoni ake mu mbuto ye zvekufunda. Ruziyo uwu wakayizwa nge kuyerengwa ke mabhuku ane donzo, raka ringana ne kukwarakwatisa, pamwepo ne basa re mu mutanha. Takaseenzesazve, kuwona pacena pamwepo ne cipangidzo ce kuyita mibvunzo kuti tikwanise kutambira mazhinji akaringana ne afundisi e pacikora cepamusoro ce 7 de Abril ce  mu Chimoio, ngekuti tirikuda nge ruziyo uwu, kukwarakwatisa dakara papi afundisi e ciputukezi anoseenzesa zvidziyo zve kuzwza ne kuwona mu mafundisiro awo kuti abatsire afundi kuzwisisa donzo  re zvifundwa.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Santos Pedro, Universidade Púnguè - Moçambique

Graduado em Ensino de Português com Habilitações em Ensino de Inglês pela Universidade Púnguè – Moçambique.

Elizabeth Mariana Alfredo Capathia Nahia, Universidade Púnguè - Moçambique

Supervisora, Doutoranda em Língua, Cultura e Sociedade pela Universidade Zambeze – Moçambique; Docente na Universidade Púnguè, Faculdade de Letras, Ciências Sociais e Humanidades – Curso de Português.

Referências

Chaves, J. H. (1993). A Imagem: da publicidade ao ensino, in: Revista Portuguesa de Educação, Universidade do Minho, Braga, p.103.

Dieuzeid, H. (1965). As técnicas Audiovisuais no Ensino. Lisboa: Publicações Europa-América.

Gil, A. C. (2008). Métodos e técnicas de pesquisa social. (6ª Ed.). São Paulo: Editora Atlas S. A.

Lakatos, E.; & Marconi, M. (1992). Metodologia do Trabalho Científico. 4.ed. São Paulo: Editora Atlas S. A.

Lima, C. R. (2008). O uso da leitura de imagens como instrumento para a alfabetização visual. Paraná.

Platão. (1987). A República. Fundação Calouste Gulbenkian. Lisboa.s.e.

Santos, J. T. C. (2013). A Imagem: História, análise e aplicação ao ensino da Filosofia. Covilhã.

Sousa, P. C. M. (2012). O uso da imagem no ensino das línguas estrangeiras. Porto:s.e.

Tardy, M. (1976). O professor e as imagens. São Paulo: Cultrix.

Downloads

Publicado

21-05-2024

Como Citar

Pedro, S., & Nahia, E. M. A. C. . (2024). Recursos audiovisuais, um olhar à sua exploração em aulas de língua portuguesa: Caso dos professores da Escola Secundária 7 de abril de Chimoio-Moçambique: Zvidziyo zve kuzwa ne kuwona, kuri kuwongorora mayitiro mukufundwa ke bhuku re ciputukezi: ongororo ye afundisi e pacikora ce mabhuku epamusoro ce 7 de abril ce mu Chimoio-Moçambique. JINGA SEPÉ: evista nternacional e ulturas, Línguas fricanas rasileiras, 4(1), 241–256. ecuperado de https://revistas.unilab.edu.br/index.php/njingaesape/article/view/1507

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)