Análise sintática de frases simples e complexas: estudo aplicado aos alunos da 10ª classe da Escola do Magistério do Lucapa-Angola

Syntactic analysis of simple and complex sentences: a study applied to students of the 10th grade of the Escola do Magisterio do Lucapa-Angola

Autores

  • Domingos Njamba Yeta Universidade Lueji A´Nkonde - Angola
  • José Corindo Muaquixe Universidade Lueji A´Nkonde - Angola

Palavras-chave:

Análise sintática, Sintaxe, Frases, Consciência Sintática

Resumo

Analisar uma frase sintaticamente é delimitar de forma lógica os termos essenciais, integrantes e acessórios da frase, atribuindo-lhes uma classificação peculiar. O presente trabalho com o título “Análise Sintática de Frases Simples e Complexas: Estudo Aplicado aos Alunos da 10.ª Classe da Escola do Magistério do Lucapa”, resulta de uma investigação feita com o objetivo de Propor atividades metodológicas para análise sintática de frases na 10.ª Classe na EML. Orientamo-nos pelo seguinte questionamento: Como contribuir para a aprendizagem de análise sintática de frases simples e complexas na 10.ª classe da Escola do Magistério do Lucapa? Essa investigação é de natureza descritiva, tendo resultados quantitativos e qualitativos com implicância no uso de questionário aos alunos como instrumento e entrevista aos professores como técnica de recolha de dados. Para o alcance do objetivo utilizamos métodos como a descrição e observação. Os resultados obtidos nesta pesquisa, revelam que, há um grande índice de dificuldades nos alunos da 10.ª classe da Escola do Magistério do Lucapa ao analisar sintaticamente uma frase simples ou complexa, resultantes, por um lado, do pouco estímulo herdado nas classes anteriores e, por outro lado, da falta de técnicas e métodos eficientes por ser selecionados pelos professores já que o que o programa orienta é insuficiente, saber fazer a escolha do que é útil para facilitar a aprendizagem do aluno e dar sustentabilidade ao pretendido. Com a observação de aulas e aplicação do grupo de controlo aos professores, pareceu-nos notório um certo desconhecimento ou desatualização a respeito de análise sintática. 

***

Analyze a sentence syntactically is to delimit in a logical essential terms, integrant and accessory of the sentence, assigning them a peculiar classification. The present work with the title "Syntactic Analysis of Simple and Complex Sentences: Study Applied to Students of Grade 10 at Escola do Magistério do Lucapa", results from an investigation made with the objective of Proposing methodological activities for syntactic analysis of sentences in Grade 10 at EML. We are guided by the following question: How to contribute to the learning of syntactic analysis of simple and complex sentences in Grade 10 of Escola do Magistério do Lucapa? Our research is descriptive in nature, having quantitative and qualitative results with implication on the use of questionnaire to students as an instrument and interview to teachers as a technique of data collection. To achieve the objective we used methods such as description and observation. The results obtained in this research, reveal that, there is a great index of difficulties in the students of Grade 10 of Escola do Magistério do Lucapa when syntactically analyzing a simple or complex sentence, resulting, on the one hand, from the little stimulus inherited in the previous classes and, on the other hand, from the lack of efficient techniques and methods to be selected by the teachers since what the program guides is insufficient, to know how to make the choice of what is useful to facilitate student learning and give sustainability to the intended. With the observation of classes and the application of the control group to teachers, it seemed clear that there is a certain lack of knowledge or outdatedness regarding syntactic analysis.

Biografia do Autor

Domingos Njamba Yeta, Universidade Lueji A´Nkonde - Angola

Licenciado, Professor de Língua Portuguesa, Escola Pedagógica da Lunda Norte da Universidade Lueji A´Nkonde, Angola

José Corindo Muaquixe, Universidade Lueji A´Nkonde - Angola

natural doLucapa, Município do Lucapa. Nacionalidade: Angolana. Licenciado em Pedagogia na Especialidade de Ensino de Língua Portuguesa,  na Escola Pedagógica da Lunda Norte( EPLN) da Universidade Lueji A´nkonde. Docente do Iº. Ciclo no Ministério da Educação, lecionando a cadeira de Língua Portuguesa.  Pesquisador em ensino de Língua Portuguesa. Integra o grupo Ocie-Observatório da Educação/OCIE  da ECO7 Investimentos.

Referências

Buca, J. (2018). Gramática no Texto-gramática nas aulas de Português em contexto Multilingue. Editora templários.

Cervo, A. L., Bervian, P. A., & Silva da, R. (2014). Metodologia Científica. São Paulo: Pearson Education. 6ªed.

Costa, J. (2012). Gramática Moderna da Língua Portuguesa. Lisboa: escolar editora.

Cunha, C. & Cintra, L. (1985). Breve Gramática do português contemporâneo. Lisboa: Edições João Sá da Costa

Duarte, A. S.(2014). Gramática da Sintaxe da Língua Portuguesa. Porto: Porto Editora.

Duarte, I. (2000). Língua Portuguesa: instrumentos de Análise. Lisboa: Universidade Aberta.

Duarte, I. (2008). O conhecimento da língua: desenvolver a consciência linguística. Lisboa: Ministério da Educação/ Direcção geral de inovação e Desenvolvimento curricular.

Estrela, E. at al (2015). Saber Escrever Saber Falar: Um guia completo para usar correctamente a língua portuguesa. Portugal: Publicações Dom Quixote.

Gil, A. C. (2002). Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: editora atlas s.a. 7ªed.

Gomes, Á. (2009). Gramática pedagógica e cultural da Língua Portuguesa. Porto, Portugal: Porto editora.

Kauark, F. d. S., Malhães, F. C. & Madeiros, C. H. (2010). Metodologia da Pesquisa: Um guia prático. Bahia: Via Litterarum editora.

Kessler, M. L. (s.d). Sintaxe do Português. Universidade Federal de Santa Maria.

Maia, M. (2006). Manual de Linguística: subsídios para a formação de professores indígenas na área de linguagem. Brasília: Edições MEC/Unesco.

Marconi, M. d. A. & Lakatos E. M. (2013). Fundamentos de Metodologia Científica. São Paulo: editora atlas s.a. 5ªed.

Mesquita, H., & Pedro, G. (2006). Língua Portuguesa 9.ª Classe, Manual do Aluno. Angola: Textos Editores.

Suelela, D.J.L. (2017). A Estrutura da Frase no Português Europeu e Brasileiro: Estudo Sintáctico de Carácter Sincrónico e Diacrónico. Covilhã: Dissertação para a obteção do Grau de Mestre em Estudos Didácticos, Culturais, Linguísticos e Literários.

Svobodová, I. (2014). Sintaxe da Língua Portuguesa. Masarykova Universita.

Undolo, M. (2016). A Norma do Português em Angola: Subsídios para seu Estudo. Caxito: ESP-Bengo.

Undolo, M. (2020). Introdução à Linguística Aplicada ao Ensino de Português. Luanda: Edições ECO7.

Downloads

Publicado

10-06-2022

Como Citar

Yeta, D. N., & Muaquixe, J. C. . (2022). Análise sintática de frases simples e complexas: estudo aplicado aos alunos da 10ª classe da Escola do Magistério do Lucapa-Angola: Syntactic analysis of simple and complex sentences: a study applied to students of the 10th grade of the Escola do Magisterio do Lucapa-Angola. NJINGA E SEPÉ: Revista Internacional De Culturas, Línguas Africanas E Brasileiras, 2(1), 108–129. Recuperado de https://revistas.unilab.edu.br/index.php/njingaesape/article/view/909