Como o impacto do colonialismo nos leva a autonegação dos nossos corpos e da nossa cultura africana?

Autores

Palavras-chave:

Cultura, Colonialismo, Guiné-Bissau

Resumo

Graduado em Bacharel Interdisciplinar em Humanidades e Licenciando em Ciências Sociais.guineense, graduado em bacharel Interdisciplinar em Humanidades, Licenciando em Ciências Sociais pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira(Unilab), tutor de programa pulsar, membro de grupo de pesquisa: Relações Internacional Africana. Representante efetivo dos discentes no colegiado de Ciências Sócias, formando na capacitação da liderança negra no Ceert-prosseguir.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Nanfuna, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - Brasil

Guineense, Bacharel em Interdisciplinar em Humanidades, Licenciando em Ciências Sociais pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), tutor de programa pulsar, membro de grupo de pesquisa: Relações Internacional Africana. Representante efetivo dos discentes no colegiado de Ciências Sociais, formando na capacitação da liderança negra no Ceert-prosseguir.

Downloads

Publicado

21-05-2024

Como Citar

Nanfuna, J. . (2024). Como o impacto do colonialismo nos leva a autonegação dos nossos corpos e da nossa cultura africana?. JINGA SEPÉ: evista nternacional e ulturas, Línguas fricanas rasileiras, 4(1), 337–339. ecuperado de https://revistas.unilab.edu.br/index.php/njingaesape/article/view/1671