Génesis y desarrollo del II Coloquio Internacional-taller representaciones de los africanos y personas de ascendencia africana en los manuales escolares, perspecivas afro-descoloniales, apuestas prácticas y teóricas. Un evento truncado

Gênese e desenvolvimento do II Colóquio-Workshop Internacional representações de africanos e africanos em livros escolares, perspectivas afro-descoloniais, posição prática e teórica. Um evento truncado

Autores

  • Eugenio Nkogo Ondó Universidade Complutense de Madrid

Palavras-chave:

Génesis, Representaciones de los africanos, Afro-descoloniales, Colloque

Resumo

Poniendo término al Colloque International Représentations des Aficains et personnes d´ascendance africaine dans les manuels scolaires, perspectives afro-décoloniales, enjeux pratiques et théoriques, que tuvo lugar en la Universidad Gaston Berger, Saint Louis, Senegal, entre el 2 y el 6 de mayo de 2017, el Comité organizador tomó la decisión de celebrar el siguiente congreso en Brasil. Unos meses después, se empezó a configurar el esquema del proyecto, en el que se fijaron tanto los bloques temáticos que, si no recuerdo mal, eran cuatro, como la determinación del plazo de envío de las propuestas. El paso siguiente dio como resultado este epígrafe: II Colóquio Internacional-Worshop Representacôes de africanos e pessoas de descendência africana nos mauais escolares. Perspectivas afro-decoloniais. Visôes Práticas e Teóricas. De 21 a 26 de octubro de 2019 UNILAB - Sâo Francisco do Conde / UNEB – Salvador, BAHIA /BRASIL.

Biografia do Autor

Eugenio Nkogo Ondó, Universidade Complutense de Madrid

Eugenio Nkogo Ondo nasceu na Guiné Equatorial em 1944. Doutor em Letras pela Universidade Complutense de Madrid, continuou seus estudos de pós-doutorado na Universidade de Paris-Sorbonne. Professor na Universidade de Gana, Accra, Legon (1978-1980), tornou-se pesquisador particular na Georgetown University, Washington D.C. (EUA) (1980-1981). De volta à Espanha, foi nomeado professor assistente do Centro Universitário da Universidade de León (1981-1982) e obteve a agregação de filosofia (1983). De 1984 a 1987, lecionou simultaneamente no liceu e na escola de formação de professores universitários desta universidade, cargo que teve de deixar após a constituição do departamento de filosofia e ciências da educação. Permanecendo professor no ensino médio, dedicou-se à pesquisa e à escrita, tornando-se também membro da Association of Self-Published Authors (AAA). Após a publicação de O Pensamento Radical, durante o quarto trimestre de 2005, a Sociedade de Escritores de Paris propôs a sua candidatura à 6ª edição do Livro da Amnistia Internacional, "Livros e Palavras para a Liberdade", que se realizou em Rennes a partir de 2 de Fevereiro a 5 de 2006.Em consideração ao "seu grande contributo para a divulgação e promoção do conhecimento e reconhecimento dos valores e verdades culturais sobre África, respeito, simpatia e solidariedade", Eugenio Nkogo foi distinguido pelos seus esforços com o primeiro prémio África, a 25 de Maio de 2006 , em Barcelona, ​​premiado pela organização SOS-África. Aposentou-se em novembro de 2009, mas não abandonou seu empenho, pesquisa, redação e suas intervenções em congressos e colóquios nacionais e internacionais. site: https://eugenionkogo.es/en/home/

Referências

ONDÓ, Eugenio Nkogo. Génesis y desarrollo del II Coloquio Internacional-taller representaciones de los africanos y personas de ascendencia africana en los manuales escolares, perspecivas afro-descoloniales, apuestas prácticas y teóricas. Un evento truncado. Njinga & Sepé: Revista Internacional de Culturas, Línguas Africanas e Brasileiras. São Francisco do Conde (BA), vol.2, nº1, p.614-652, jan./jun. 2022.

Downloads

Publicado

10-06-2022

Como Citar

Ondó, E. N. (2022). Génesis y desarrollo del II Coloquio Internacional-taller representaciones de los africanos y personas de ascendencia africana en los manuales escolares, perspecivas afro-descoloniales, apuestas prácticas y teóricas. Un evento truncado: Gênese e desenvolvimento do II Colóquio-Workshop Internacional representações de africanos e africanos em livros escolares, perspectivas afro-descoloniais, posição prática e teórica. Um evento truncado. NJINGA E SEPÉ: Revista Internacional De Culturas, Línguas Africanas E Brasileiras, 2(1), 614–652. Recuperado de https://revistas.unilab.edu.br/index.php/njingaesape/article/view/968

Edição

Seção

Seção IV - Relatos de Experiências, Fotos, Receitas de comidas tradicionais, rit