Ser uma psicanalista Lésbica: A história de Dorothy Tiffany Burlingham, a “amiga de toda vida” de Anna Freud

Autores

  • Ligia Maria Durski UFPR

Palavras-chave:

Psicanálise; Lesbianidades; Homofobia.

Resumo

A partir da biografia de Anna Freud - escrita pela psicanalista Elisabeth Youg-Bruehl, em 1992 - e de registros de sua relação com Dorothy Tiffany Burlingham, este artigo se configura em uma criação narrativa que contém dados considerados “reais”, bem como dados considerados “ficcionais”, sobre a relação entre essas duas mulheres. Partindo da consideração de um lugar específico frente aos marcadores de gênero e orientação sexual, faço referência a Anna e Dorothy como as primeiras analistas lésbicas de quem temos registros na história da psicanálise para, então, pensar sobre se estes dois marcadores (mulher e lésbica) disparam ou não consequências, nuances, ações e reações no campo da teoria, da clínica, da formação e da transmissão em psicanálise. Tento, com essa fabulação, um diálogo com a história da psicanálise e com o dispositivo clínico na forma como o vivencio e interpreto, presentemente, na minha própria clínica e a partir desse lugar identitário específico que é “ ser uma psicanalista lésbica”.

Referências

BUTLER, Judith [1990] Problemas de Gênero: feminismo e subversão da identidade. Editora: Civilização Brasileira, Rio de Janeiro, 2010.

DAVIS, Ângela [1987] Vamos subir todas juntas: perspectivas radicais sobre o empoderamento das mulheres afro-americanas. ANGELA DAVIS: mulheres, cultura e política. BOITEMPO: São Paulo, 2017.

IRIGARAY, Luce. Este sexo que não é só um sexo: sexualidade e status social da mulher. Senac Edições, São Paulo, 2017.

LORDE, Audre [1979] As ferramentas do senhor nunca vão desmantelar a casa grande. In: textos escolhidos de Audre Lorde. Herética difusão independente. Zine DIFUSÃO HERÉTICA – edições lesbofeministas independentes, 2012.

RICH, Adrienne. [1980]. Heterossexualidade compulsória e a existência lésbica. Tradução de Carlos Guilherme do Valle. Revista Bagoas. Nº 05. 2010.

VIEIRA, Luciana Leila Fontes. As múltiplas faces da homossexualidade na obra freudiana. Rev. Mal-Estar Subj., Fortaleza, v. 9, n. 2, p. 487-525, jun. 2009 . Disponível em <http://pepsic.bvsalud.org/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1518-61482009000200006&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em 26 mar. 2020.

YOUNG-BRUEL, Elisabeth. ANNA FREUD: uma biografia. Editora Imago, Rio de Janeiro, 1992.

Downloads

Publicado

0604-2020

Edição

Seção

Dossiês Temáticos