(Trans)Ações entre devires e deveres: atendimento psicossocial ampliado com população LGBT em contexto de privação de liberdade

Autores

  • Márcio Alessandro Neman do Nascimento
  • Jefferson Adria Reis
  • Eloize Marianny Bonfim da Silva

Resumo

O programa de ações extensionistas (Trans)ações entre devires e deveres: atendimento psicossocial ampliado com população LGBT em contexto de privação de liberdade está alocado no Laboratório Esquizoanalista de Produção de Subjetividade e(m) Interseccionalidades (LEPSI). Por meio do tripé teoria-prática-supervisão, este programa oferece atendimento psicossocial ampliado a pessoas LGBT em contexto de privação de liberdade em uma unidade prisional localizada na região sul do estado de Mato Grosso. Tais ações visam minimizar sofrimentos psicossociais provenientes de homo-lesbo-bi-transfobias, além de possibilitar, por meio de ações socioeducativas, a potencialização da vida, de modo a produzirem transformações na vida institucional e egressa dos reeducandos. Apoiamo-nos no posicionamento teórico-metodológico esquizoanalista (método cartográfico) e desenvolvemos ações convergentes e complementares, tais como: atendimento individual; construção de horta comunitária; projeto clube de leitura e remição; projeto de autogestão da ala; e oficinas socioeducativas e rodas de conversa sobre vivência LGBT, Direitos Humanos e Cidadania, empregabilidade, saúde, vida institucional e egressa que emergem em problematizações relacionadas às vulnerabilidades pessoais, sociais, programáticas e institucionais. Percebemos, com tudo isso, que o programa contribui para o fortalecimento de um espaço pensado para que as pessoas LGBT em situação de aprisionamento possam vivenciar a vida institucional carcerária e a ressocialização com os efeitos da homo-lesbo-bi-transfobia reduzidos.

Downloads

Publicado

1102-2019

Edição

Seção

Relatos de Experiências