A escrita do texto dissertativo-argumentativo: um estudo de caso sobre as competências 2 e 3 do ENEM

Autores

  • Gisele Alves Costa Centro Universitário Unigrande
  • Adriana Regina Dantas Martins Centro Universitário Unigrande

Resumo

A escrita é um instrumento de comunicação que demanda prática, principalmente dos alunos do ensino médio que querem ingressar nas universidades de todo o Brasil, por intermédio de um processo seletivo. Considerando as características da escrita em redação escolar, esta pesquisa tem como objetivo verificar a escrita do tipo textual dissertativo-argumentativo solicitado no Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM), por intermédio do método de estudo de caso de abordagem qualitativa. Dessa forma, as redações aqui avaliadas são de alunos de uma escola particular de Fortaleza-CE que estão cursando o 3º ano do ensino médio. Para fundamentar nossa pesquisa, nos baseamos nos seguintes autores: Marcuschi (2008) e Coroa (2017). O foco desta pesquisa é voltado às exigências das Competências 2 e 3 detalhadas na Cartilha do participante do ENEM. A partir desta pesquisa, após as avaliações, foi obtido como resultados que os alunos necessitam mais do que apenas conhecimento sobre as particularidades da escrita, precisam ter letramento sobre o gênero redação do ENEM, pois é um texto que o aluno precisa utilizar elemento sociocultural para fundamentar seu texto e planejar o texto apresentando indícios de autoria, que são os quesitos avaliados nas competências 2 e 3, foco deste trabalho. Além disso, apresentar bom desenvolvimento na elaboração do tipo textual dissertativo-argumentativo. Concluindo assim, que a prática da escrita é de suma importância para que os alunos possam alcançar bons resultados na redação do vestibular e se inserir em uma instância social que pode garantir ao estudante a oportunidade de estudar em uma universidade pública.

Biografia do Autor

Gisele Alves Costa, Centro Universitário Unigrande

Graduada em Letras- Unigrande. Participante do grupo de pesquisa: A escrita no Ensino Médio.

Adriana Regina Dantas Martins, Centro Universitário Unigrande

Mestre em Linguística Aplicada UECE; Especialista em Linguística Aplicada da Língua Estrangeira FA7; Graduada em Letras Português-Inglês FGF. Professora do curso de Letras e Núcleo de Educação a Distância FGF. Professora convidada no curso de Especialização em Língua Portuguesa UECE. Atua principalmente nos seguintes temas: Coordenação de Extensão e responsabilidade social; Formação de professores; Pedagogia; Ensino de Língua e Literatura Inglesa e portuguesa; Análise do Discurso; coordenadora de Estágio Supervisionado- Português e Inglês; Educação a Distância; Linguística Aplicada; Inglês e Português Instrumental; Novas Tecnologias; Membro do corpo editorial da Revista Perspectiva - FGF; Coordenadora do grupo de Pesquisa Científica Analisis; Escritora de material didático para os cursos de Pedagogia e Língua Portuguesa; Idealizadora do Curso TCC Na Mão.

Referências

BRASIL, Ministério da Educação. Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira. A Redação do ENEM 2018 – Cartilha do Participante. Brasília: INEP/MEC, 2018.

CHARTIER, Roger. A Aventura do livro: do leitor ao navegador. 2. reimp. Tradução Reginaldo Carmello Corrêa de Moraes. São Paulo: Imprensa Oficial / Editora da UNESP, 1999.

COROA, Maria Luzia. O texto dissertativo-argumentativo. In: GARCEZ, L.H. C; CORRÊA, V. R. Textos dissertativos argumentativos: Subsídios para qualificação de avaliadores. Brasília: MEC, 2017.

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas da Pesquisa Social. São Paulo: Atlas, 2008.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Da fala para a escrita: atividades de retextualização. – 4.ed – São Paulo: Cortez, 2003.

MARCUSCHI, Luiz Antônio. Gêneros Textuais: definição e funcionalidade. In: DIONÍSIO, Ângela P.; MACHADO, Anna R.; BEZERRA, Maria A. (Org.) Gêneros Textuais e Ensino. 2ª ed. Rio de Janeiro: Lucerna, 2003.

MINAYO, Maria Cecília de Souza (org.). Pesquisa Social. Teoria, método e criatividade. 18 ed. Petrópolis: Vozes, 2001.

OLSON, D.R.; HILDYARD, A.; TORRANCE, N. Literacy, language, and learning: the natural and consequences of reading and writing. Cambridge University Press, 1985.

Downloads

Publicado

2107-2020

Edição

Seção

Artigo experimental (acadêmico)