O enredo dos nervos: tradução e partilha na escrita etnográfica

Autores

  • Everton de Oliveira

Palavras-chave:

Etnografia, Partilha, Tradução, Tempo, Colonos do sul

Resumo

Este trabalho trata de duas abordagens possíveis do esforço etnográfico: a tradução e a partilha. Para tanto, acompanharemos meu encontro com Marcela, moradora de São Martinho, uma colônia alemã da Encosta da Serra, RS. Os nervos de Marcela eram levados ao limite, certo dia, em sua rotina de trabalho. Acompanharemos os nervos, que se estendiam a sua família, e que viriam a se partilhar comigo, após os meses de convivência. O nervoso se situa nessa região, portanto, em que se encontra a questão e a condição desse trabalho. Condição política do sujeito, que permite que uma gramática própria às colônias seja partilhada com um de fora, o problema político da escrita, que situará nessa condição os limites de sua narrativa, inevitavelmente de maneira historiada.

Downloads

Publicado

0403-2020